Calculadora de Depreciação

Created by Bogna Szyk and Tomasz Jedynak, PhD
Reviewed by Jack Bowater
Translated by Marinara Andrade do Nascimento Moura, PhD candidate and Luna Maldonado Fontes
Based on research by
Cipra T. Financial and Insurance Formulas; 2006
Last updated: Jan 18, 2024


A calculadora de depreciação da Omni usa três métodos diferentes para estimar a velocidade com que o valor de um ativo diminui ao longo do tempo.

Você pode usá-la para comparar três modelos: depreciação linear, depreciação de saldo decrescente e depreciação da soma dos dígitos dos anos; e para decidir qual é o mais adequado para você. Continue lendo para encontrar respostas para as perguntas a seguir:

  • O que é depreciação e o que significa depreciar?
  • Quais são os métodos mais comuns de depreciação?
  • O que é o valor residual?
  • Como pode calcular a depreciação? Especialmente, como calcular a depreciação linear? Como calcular a depreciação de saldo decrescente e como calcular a soma dos dígitos dos anos?

A partir deste artigo, você saberá como calcular a despesa de depreciação e como calcular a depreciação acumulada.

O que é depreciação? Definição de depreciação

Imagine que você comprou um computador pessoal por um determinado preço. Depois de alguns meses, você decide que gostaria de vendê-lo. O problema é que você não sabe quanto ele vale agora. O valor presente (se quiser entender melhor sobre esse termo, acesse a calculadora de valor presente da Omni) do computador é certamente menor do que o valor pelo qual você o comprou há alguns meses. Um economista diria aqui que seu computador se depreciou nos últimos meses. Portanto, podemos dizer que o conceito fundamental de depreciação é refletir a redução de valor de um ativo ao longo do tempo, devido a fatores como o desgaste e o surgimento de produtos novos e melhores no mercado.

A definição mais formal de depreciação diz que ela é o método de calcular o custo de um ativo ao longo de sua vida útil. Na contabilidade, a depreciação é vista como um método de realocar o custo de um ativo tangível ao longo de sua vida útil. Para entender completamente essa abordagem, vamos estudar a seguinte situação.

Quando uma empresa adquire um ativo tangível altamente valioso (por exemplo, maquinário ou veículo), uma despesa tão grande pode ter um impacto substancial na demonstração de resultados anual da empresa. Assim, para omitir as mudanças bruscas na demonstração de resultados, a compra de ativos caros é suavizada nos livros contábeis, apresentando o ativo como uma despesa ao longo de sua vida útil. Isso significa que, a cada ano, apenas uma parte do valor de um ativo é lançada como despesa corrente. Essa abordagem permite que a empresa distribua uniformemente os custos ao longo de todo o período de uso.

Métodos de depreciação

Na prática, são usados vários métodos diferentes para calcular a depreciação. Esses métodos podem se basear na passagem do tempo ou no grau de uso a que o ativo é submetido. Os métodos de depreciação a seguir podem ser aplicados a diferentes tipos de ativos tangíveis:

  • Depreciação linear;
  • Método do saldo decrescente;
  • Método do saldo decrescente duplo;
  • Depreciação por anuidade;
  • Método da soma dos dígitos dos anos;
  • Método de depreciação de unidades de produção;
  • Depreciação por unidades de tempo;
  • Método de depreciação de grupo; e
  • Método de depreciação composta.

Observe que, ao final da vida útil de um ativo, o valor total de sua depreciação será idêntico, independentemente do método de depreciação aplicado. A única coisa que varia entre os diferentes métodos de depreciação é o momento (a quantidade de dinheiro que é depreciada em períodos menores).

Na próxima parte deste texto, vamos nos concentrar na descrição dos três tipos de depreciação mais comumente usados: a depreciação linear, a depreciação de saldo decrescente e a depreciação da soma dos dígitos dos anos. Daremos atenção especial às fórmulas de depreciação e à explicação detalhada de como calcular o valor da depreciação com cada uma delas.

Valor residual e depreciação

Como já foi mencionado, o valor residual (valor de recuperação) é uma quantia estimada de dinheiro que um ativo valerá após o número planejado de anos de uso. Obviamente, na vida real, é impossível prever com precisão o valor residual exato de um ativo após um determinado número de anos.

Isso significa que o valor residual é apenas uma aproximação. Entretanto, na contabilidade, essa aproximação é apenas uma espécie de estado de transição - porque quando você vende um ativo, se o dinheiro recebido por ele for maior do que seu valor contábil líquido (valor inicial menos a depreciação acumulada), você precisará registrar um ganho na venda. Por outro lado, se você vender um ativo abaixo do seu valor contábil líquido, precisará registrar uma perda na venda.

Observe aqui que, se esse número de anos em uso for igual à vida útil do produto, o valor residual será zero.

Calculadora de depreciação de carros

Com certeza, um dos casos mais interessantes de depreciação é a perda de valor de um veículo motorizado. Como você provavelmente sabe, o valor de um carro novo diminui drasticamente assim que você sai da concessionária. Os especialistas dizem que o valor de um carro diminui para 91% do valor inicial no minuto em que você o compra! Nos anos seguintes, o valor do carro diminui até que, depois de vários anos (cerca de 10 a 11), o valor pode chegar a zero. Obviamente, você ainda poderá vendê-lo. No entanto, seu valor de mercado será muito baixo. Para evitar os problemas de vender um carro usado, muitas pessoas preferem alugar um carro hoje em dia em vez de comprar um. Se você tem interesse em saber as vantagens e economias dessa escolha, acessa a nossa calculadora de aluguel de carros 🇺🇸.

Se você quiser entender os cálculos detalhados de depreciação de carros, não deixe de consultar nossa calculadora de depreciação de carros. Ela usa um modelo mais específico para automóveis.

Como usar nossa calculadora de depreciação?

Nossa calculadora de depreciação permite que você calcule a depreciação anual e determine o valor de um ativo após um determinado período de tempo. A depreciação anual é calculada com base nos três métodos mais comumente usados: depreciação linear, depreciação de saldo decrescente e a depreciação da soma dos dígitos dos anos.

Para obter resultados usando nossa calculadora, tudo o que você precisa fazer é preencher quatro campos:

  • Custo original: o valor original do ativo (preço de compra).
  • Valor residual: uma quantia estimada de dinheiro que um ativo valerá após o término de sua vida útil (em geral, supõe-se que seja igual a zero; para obter mais informações, consulte a seção "Valor residual e depreciação").
  • Vida útil: o número estimado de anos que o ativo provavelmente permanecerá em serviço.
  • Valor contábil final após...: nesse campo, você deve fornecer o ano após o qual gostaria de calcular o valor contábil do ativo.

E é isso! Em um instante, nossa calculadora de depreciação calcula três variantes de depreciação. Se estiver curioso para saber como ela funciona, você deve se familiarizar com a depreciação das fórmulas descritas nas seções seguintes do artigo. Cada fórmula usa o mesmo conjunto de símbolos:

  • VO\text{VO} é o custo (valor) original do ativo;
  • VR\text{VR} é o valor residual do ativo;
  • nn é a vida útil do ativo;
  • mm é o número de anos decorridos entre a data em que o ativo foi comprado e a data em que você deseja vendê-lo, portanto, corresponde ao campo Valor contábil final após... na calculadora.

Depreciação linear

O modelo de depreciação menos complicado é a depreciação linear. Nesse modelo, você deve aplicar a seguinte fórmula de depreciação:

despesa anual=VOVRn\footnotesize \text{despesa anual} = \frac{\text{VO} -\text{VR}}{n}

Nesse modelo, o ativo perde seu valor a uma taxa constante. Todo ano, a despesa de depreciação é exatamente a mesma. Mesmo que essa não seja a descrição mais precisa da depreciação, ela é usada com frequência devido à sua simplicidade.

Se você quiser calcular o valor contábil final do seu ativo após um determinado número de anos, terá de usar essa equação:

valor contaˊbil final=VOmVORVn\footnotesize \text{valor contábil final} = \text{VO} - m \cdot \frac{\text{VO} - \text{RV}}{n}

Lembre-se de que não é necessário calcular esse valor manualmente. Você pode simplesmente inserir os valores nesta calculadora de depreciação linear e deixar que ela faça as contas para você!

Depreciação de saldo decrescente

O segundo modelo que descreve a depreciação é a depreciação de saldo decrescente. A cada ano, a despesa é calculada como uma porcentagem do valor contábil que o ativo tinha no ano anterior. Você pode escrever isso como:

despesa anual=pVO(1p)m1\footnotesize \text{despesa anual} = p\cdot\text{VO} \cdot (1 - p)^{m - 1}

em que pp é a taxa de depreciação expressa em porcentagem. Essa taxa pode ser calculada para um ativo com vida útil conhecida e valor residual diferente de zero usando:

p=1(VR/VO)1/n\footnotesize p = 1 - (\text{VR} / \text{VO})^{1/n}

Nossa calculadora de depreciação de saldo decrescente também pode descobrir o valor contábil final do seu ativo após um número específico de anos. Ela usa a seguinte equação:

valor contaˊbil final=VO(1p)m\footnotesize \text{valor contábil final} = \text{VO} \cdot (1 - p) ^ m

Esse método fornece resultados muito mais próximos da realidade do que quando você usa o modelo de depreciação linear. Ainda assim, ele tem seus limites, sendo que o problema mais significativo desse método é a sua complexidade.

Depreciação da soma dos dígitos dos anos

O último método é um modelo de depreciação acelerada que pressupõe que a depreciação diminui a cada ano que passa. Em vez de uma taxa de depreciação fixa, ele atribui uma fração dos custos totais de depreciação a cada ano da vida útil do ativo.

Para usar esse modelo, você precisa calcular a base de depreciação de acordo com a fórmula.

d=(VOVR)\footnotesize d = (\text{VO} - \text{VR})

Em seguida, você deve dividi-lo pela soma da quantidade de anos antes de seu valor residual chegar a zero:

D=d/(1+2+3+...+n)\footnotesize D = d / (1 + 2 + 3 + ... + n)

O número (1+2+3+...+n)(1 + 2 + 3 + ... + n) é a soma de uma progressão aritmética finita (também temos a calculadora de progressão aritmética disponível para você), e, portanto, pode ser calculado como:

1+2+3+...+n=(n+1)n2\footnotesize 1 + 2 + 3 + ... + n = (n + 1) \cdot \frac{n}{2}

Após calcular o valor de DD, você pode usar a seguinte fórmula de depreciação para encontrar a despesa anual:

despesa anual=D(nm+1)\footnotesize \text{despesa anual} = D \cdot (n - m + 1)

Isso significa que, se a vida útil de seu ativo for igual a 5 anos, durante o primeiro ano, a despesa será igual a 515\frac{5}{15} da base de depreciação. Durante o segundo ano, será igual a 415\frac{4}{15} da base, durante o terceiro, a 315\frac{3}{15}, etc. Todas essas frações devem somar 11.

Nossa calculadora também pode ser usada para encontrar o valor contábil final com a soma dos dígitos dos anos:

valor contaˊbil final=VODmnDm(m1)2\footnotesize \text{valor contábil final} = \text{VO} - D m n - \frac{D m \cdot (m - 1)}{2}

Se você estiver usando esse método, suas despesas de depreciação inicial serão substancialmente maiores do que as dos anos seguintes. Além disso, lembre-se de que a maioria dos sistemas tributários não permite o uso desse modelo.

FAQ

Como calcular a depreciação anual usando o método linear?

Para calcular a depreciação, siga estas etapas:

  1. Obtenha o valor original do ativo (VO), o valor residual (VR) e a vida útil do ativo (n) em anos.

  2. Aplique a fórmula de depreciação:

    despesa de depreciação anual = (VO - VR)/n

  3. Substitua os valores.

  4. Calcule a depreciação anual.

Quais ativos não podem ser depreciados?

Há alguns ativos aos quais não atribuímos depreciação. Isso ocorre porque não há limite para a vida útil desses ativos. Alguns desses ativos são:

  • Terrenos;
  • Dinheiro;
  • Ativos intangíveis, como sua marca e direitos de propriedade intelectual;
  • Contas a receber;
  • Suprimentos; e
  • Investimentos.

Como calcular o valor atual de um ativo usando a depreciação?

Para calcular o valor atual do ativo, siga estas etapas:

  1. Obtenha o custo original do ativo (VO).

  2. Encontre a depreciação acumulada (DA), que é a depreciação total do ativo durante todo o período em que ele esteve em uso.

  3. Calcule o valor atual do ativo usando a seguinte fórmula:

    valor atual = VO - DA

Qual é o valor depreciado de um computador após 2 anos?

Vamos supor que o valor original (VO) do computador seja de R$ 2500, o valor residual (VR) seja de R$ 200 e a vida útil do computador (n) seja de 3 anos. A despesa anual devido à depreciação do computador é de R$ 766,67 usando a depreciação linear. Para calcular isso, usamos a fórmula:

despesa anual = (VO - VR)/n

Portanto:

despesa anual = (2.500 - 250)/3
despesa anual = R$ 766,67

Após dois anos, o computador estará valendo:

valor atual = RV + (despesa anual × número de anos restantes)

valor atual = 200 + (766,67 ⋅ 1)
valor atual = R$ 966,67

Bogna Szyk and Tomasz Jedynak, PhD
Original cost
$
Residual value
$
Lifetime
yrs
End book value after...
yrs
Straight line depreciation
Depreciation expense
$
End book value
$
Declining balance depreciation
Depreciation rate
%
Depreciation expense
$
End book value
$
Sum-of-years' digits depreciation
Depreciation expense
$
End book value
$
Check out 55 similar microeconomics calculators 💲
Accounting profitAccrual ratioActual cash value… 52 more
People also viewed…

Christmas tree

Welcome to the Christmas tree calculator, where you will find out how to decorate your Christmas tree in the best way. Take a look at the perfect Christmas tree formula prepared by math professors and improved by physicists. Plan in advance how many lights and decorations you'll need!

Emergency fund

Our emergency fund calculator will help you calculate how much money you need to save for your emergency fund.

Salary

A calculadora de salário da Omni calculará quanto dinheiro você ganha em um dia, semana, mês, semestre, ano... O que você quiser, nós temos!

Secretary problem (Valentine's day)

Use the dating theory calculator to enhance your chances of picking the best lifetime partner.