Omni calculator
Última atualização:

Calculadora de Terra Vegetal

Índice

Quanto de terra eu preciso?Tudo bem, mas quanto custa um metro de terra?Calculadora de terra: como estimar a quantidade de solo?O que é o solo? Definição de soloTipos básicos de soloDegradação do solo versus conservação do soloPerguntas frequentes

Criamos esta calculadora de terra vegetal como uma ferramenta para te ajudar a calcular a quantidade de terra que você precisa no seu jardim. Não importa se se trata de terra superficial (topsoil), terra para compostagem 🇺🇸, terra para fazer uma cobertura morta 🇺🇸 ou para fazer um topdressing (adição de uma fina capa de adubo à superfície do solo). Afinal de contas, você não quer gastar demais com materiais para o seu jardim, não é mesmo? Continue lendo para entender melhor como funciona a calculadora de terra vegetal da Omni. Você nunca mais precisará se preocupar com esses cálculos tediosos!

Para quem tem curiosidade, preparamos informações sobre os temas mais importantes no que se refere à agricultura e jardinagem, principalmente para quem está começando. Aqui, apresentaremos uma definição de solo e explicaremos de onde ele vem. Também falaremos sobre os diferentes tipos de solo e dois processos que ajudarão você a cultivar plantas: a conservação do solo e a degradação do solo.

imagem de mãos segurando um punhado de terra

Quanto de terra eu preciso?

“Quanto de terra eu preciso?” é uma pergunta frequentemente feita por pessoas que estão começando suas aventuras na jardinagem e no cultivo de plantas. Para responder a essa pergunta, a primeira etapa é estabelecer o volume de terra necessário. Você pode fazer isso da seguinte maneira:

  1. Determine o comprimento e a largura da área que você deseja cobrir com terra. Por exemplo, podemos supor um terreno de comprimento c = 14 metros e largura l = 4 metros.
  2. Calcule a área, multiplicando o comprimento pela largura. No nosso caso, A = 14 ⋅ 4 = 56 m². Você também pode digitar a área diretamente em nossa calculadora para obter o resultado de forma imediata.
  3. Estabeleça a profundidade ou espessura da camada superior do solo. Digamos que você tenha p = 0,5 metros.
  4. Multiplique a área e a espessura da camada de terra para obter o volume: 56 ⋅ 0,5 = 28 metros.
  5. O volume de solo necessário é igual a esse valor. A calculadora de terra vegetal da Omni mostrará isso para você.

Você está trabalhando com outros tipos de materiais? Não há problema! Dê uma olhada na calculadora de areia ou na calculadora de brita da Omni, criadas exatamente para essa finalidade.

Tudo bem, mas quanto custa um metro de terra?

Para calcular o peso de um metro cúbico de terra, você só precisa multiplicar o volume pela densidade. Basta digitar a densidade da terra na calculadora e esperar pelo resultado. Para encontrar o valor da densidade de sua terra, dê uma olhada na embalagem (caso a tenha comprado em uma loja de jardinagem) ou experimente a calculadora de densidade, disponível no site da Omni.

Quando você souber o peso total da terra que precisa comprar, não precisará se preocupar em gastar demais com esse material. Mas quanto exatamente você vai gastar? Quanto custa um metro de terra? Nossa calculadora de terra vegetal também pode ajudá-lo com isso. Tudo o que você precisa fazer é inserir o preço da terra em uma unidade de massa, como a tonelada; ou em uma unidade de volume, como o metro cúbico. A calculadora exibirá o custo total da terra que você precisa.

Calculadora de terra: como estimar a quantidade de solo?

Vejamos uma situação da vida real. Imagine que você acabou de construir sua linda casa, com um belo telhado de telhas vermelhas. Você quer cercá-la com um quintal gramado e uma calçada feita de ladrilhos. Para calcular a quantidade de areia que você precisa comprar para fazer a pavimentação, recomendamos que você visite a calculadora de areia para pavimentação da Omni. Seria uma pena se você comprasse materiais em excesso ou, pior ainda, em quantidade insuficiente e tivesse de voltar à loja de materiais de construção.

Agora, voltemos à questão da grama. Queremos calcular a quantidade e o custo da terra necessária para criar o seu jardim. Como você pode ver, não podemos simplesmente digitar a largura e o comprimento em nossa calculadora de terra, pois há uma piscina no meio dela. Como você pode lidar com esse problema?

planta de um quintal típico
  1. Primeiro, precisamos dividir o quintal em quatro retângulos: 1, 2, 3 e 4.

  2. Agora, temos que medir a largura e o comprimento de cada setor:

    • O setor 1 tem uma largura de 2 m e um comprimento de 25 m;
    • O setor 2 tem uma largura de 3 m e um comprimento de 2 m;
    • O setor 3 tem uma largura de 3 m e um comprimento de m;
    • O setor 4 tem uma largura de 2,7 m e um comprimento de 25 m.
  3. Calculemos a área de cada retângulo:

    • Setor 1: a área é igual a 2 m multiplicados por 25 m, resultando em 50 m²;
    • Setor 2: a área é igual a 3 m multiplicados por 2 m, resultando em 6 m²;
    • Setor 3: a área é igual a 3 m multiplicados por 10 m, resultando em 30 m²; e
    • Setor 4: a área é igual a 2,7 m multiplicados por 25 m, resultando em 67,5 m².
  4. Temos que somar essas quatro áreas diferentes para obter a área completa do quintal:

    50 m² + 6 m² + 30 m² + 67,5 m² = 153,5 m²

    Agora você já está pronto para voltar para a seção “Quanto de terra eu preciso?” desta calculadora.

  5. É hora de você escolher a espessura (profundidade) desejada para o seu jardim. Queremos criar espaço suficiente para que as raízes da grama cresçam livremente e sem obstáculos. Além disso, uma camada mais espessa de solo superficial será capaz de absorver mais água e reter a umidade por um período mais longo.

  6. Você pode calcular o volume necessário de terra multiplicando a área do quintal pela espessura desejada do solo.

    153,5 m² ⋅ 0,6 m = 92,1 m³

  7. A última coisa a fazer é avaliar o peso estimado da terra vegetal necessária e seu custo. O peso da carga pode ser útil ao transportar ela. É sempre bom saber se seu caminhão ou reboque suportará o peso da sua compra. Como já mencionamos, você deve encontrar a densidade da terra escolhida na embalagem. Depois disso, tudo o que você precisa fazer é multiplicá-la pelo volume de terra vegetal disponível.

  8. E por último, mas não menos importante: dinheiro. Você tem condições de arcar com uma despesa dessas? Será que você pode economizar um pouco de dinheiro reduzindo a espessura? Para saber isso, você precisa calcular o custo total. Com a nossa calculadora de terra vegetal, você pode fazer isso multiplicando o volume ou peso de terra adquirida pelo preço de um metro cúbico (ou qualquer outra unidade de peso, ou volume disponível).

Agora, não há mais nada a fazer além de relaxar na sua piscina e convidar seus amigos para um churrasco!

O que é o solo? Definição de solo

Você já se perguntou sobre o solo em que está pisando? Será que ele sempre esteve aqui? Bem, a maneira mais fácil de responder a essas perguntas seria explicar a você o que é a definição de solo. Ele é uma mistura de coisas que caíram ou simplesmente já estavam no chão. Consiste em matéria orgânica, líquidos, gases, minerais e organismos vivos.

O solo foi criado por interações intermináveis entre esses ingredientes, com a influência adicional de terceiros, como clima e muito, muito tempo. Em geral, ele começa com um material de base, como quartzo, calcita ou feldspato, que passa por um processo de intemperismo, ou desintegração. O desgaste pode ser causado por:

  • Fatores físicos: mudanças de temperatura, ciclos de umedecimento e secagem e movimento do material pelo vento, água ou gravidade.
  • Fatores químicos: processos de hidrólise e oxidação, entre outros.
  • Organismos vivos: bactérias, fungos, minhocas e até mesmo a atividade humana.

O intemperismo do solo faz com que o material de origem se desintegre ao longo do tempo em pedaços cada vez menores. Assim é como a areia, silte e argila (os principais ingredientes do solo) são criados.

Tipos básicos de solo

Se você não se considera um pedólogo (um cientista do solo), pode presumir que há seis tipos diferentes de solo:

  1. Solo arenoso: parece poeira na mão. O solo arenoso seca muito rapidamente em dias ensolarados, pois não retém a água muito bem. A água que escapa lava muitos minerais, então, você precisa aplicar alguns aditivos ou cobertura morta para dar às plantas condições adequadas para o crescimento.
  2. Solo argiloso: parece pegajoso e elástico, um pouco como plasticina. A água não entra muito bem nele porque não há muitos espaços vazios de ar na estrutura do solo argiloso. ele é rico em ingredientes, portanto suas plantas devem se desenvolver livremente se você mantiver uma drenagem suficiente.
  3. Solo siltoso: um tipo ideal de solo, pois é muito rico em ingredientes e tem excelentes propriedades de retenção de umidade.
  4. Solo de turfa: parece esponjoso. Esse tipo de solo é caracterizado por uma excelente capacidade de retenção de água, mas também por uma composição pobre em minerais. Você deve misturá-lo com fontes de matéria orgânica rica e cuidar do seu nível de pH (verifique a seção a seguir, “Degradação do solo versus conservação do solo”, para saber mais).
  5. Solo calcário: consiste em muitas partículas maiores, como grãos e pedras maiores. É alcalino, o que significa que tem um alto nível de pH. Por isso, você deve usar algum fertilizante ácido para garantir as melhores condições de crescimento para suas plantas.
  6. Solo franco: o melhor tipo de solo com que um jardineiro pode sonhar! Ele é muito rico em ingredientes, retém muito bem a água e sua estrutura garante uma boa drenagem. Essas propriedades perfeitas são causadas por uma composição bem equilibrada de areia, argila e silte.

Degradação do solo versus conservação do solo

A degradação do solo é o processo mais temido pelos agricultores e jardineiros. O solo perde sua capacidade de cultivo ao enfraquecer a estrutura e eliminar os ingredientes ricos. Há vários mecanismos de degradação do solo:

  • Acidificação do solo: o nível de pH do solo cai muito e ele se torna ácido demais para o crescimento das plantas.
  • Salinização do solo: o acúmulo excessivo de sal também inibe o crescimento das plantas.
  • Contaminação do solo: o solo é exposto a resíduos produzidos pelo homem ou a outros materiais tóxicos. Os microrganismos que vivem no solo podem assimilar os resíduos até certo ponto, mas às vezes é demais…
  • Desertificação: a terra cultivada se transforma em um deserto.
  • Erosão: forças físicas, como água, vento ou queda de temperatura, causam o desgaste do solo (volte para a seção “O que é o solo? Definição de solo” para lembrar do que estamos falando) e o transportam para longe de seu local original. Por exemplo, um vento semelhante ao de um vendaval movendo grandes massas de solo superficial seco.

Para evitar a degradação do solo e mantê-lo em boas condições, você deve cuidar do solo do seu jardim, quintal ou campo da mesma forma que cuida das plantas ou da grama. A manutenção da qualidade do seu solo é chamada de conservação do solo.

Se o seu solo for muito alcalino, você pode usar enxofre ou sulfato de alumínio para torná-lo mais ácido. Se o solo for muito ácido, você pode aplicar cal moída. Isso equilibrará o nível de pH do solo de seu jardim, tornando-o mais alcalino. Certifique-se de que seu solo tenha água suficiente. Você pode usar alguns sistemas de irrigação para garantir que o solo do seu jardim receba um suprimento regular de água.

Verifique se o solo tem quantidade suficiente de nitrogênio, fósforo e potássio, pois eles são essenciais para o crescimento das plantas. Se houver deficiência de nutrientes, use fertilizantes ou cobertura vegetal para enriquecê-lo. Por fim, outra maneira de conservar o solo é protegê-lo de forças físicas. Você pode cercar seu quintal com árvores e arbustos que manterão o vento afastado.

Perguntas frequentes

Como calcular o peso específico do solo?

Para determinar o peso específico natural do solo:

  1. Encontre o peso total do solo.
  2. Divida pelo volume total do solo.
  3. Isso dará a você o peso por unidade de volume (peso específico) do solo. Fique à vontade para usar as unidades de peso e volume com as quais você se sentir mais confortável.

Como calcular o volume do solo em canteiros elevados?

Para saber o volume de solo necessário para os canteiros elevados:

  1. Meça a largura, o comprimento e a profundidade dos canteiros elevados.
  2. Multiplique a largura, o comprimento e a profundidade juntos.
  3. O número obtido será o volume de solo que você precisa para preencher os canteiros elevados.

Quantos sacos de solo superficial há em um metro cúbico?

50 sacos se o tamanho do saco for de 20 L e 20 sacos, no caso de um saco maior de 50 L. Esses números vêm do fato de que há 1000 L em 1 metro cúbico.

Qual é a área coberta por uma tonelada de solo superficial?

A resposta dependerá da densidade do solo superficial e de seu conteúdo de água. Considerando que a densidade é de 1.602 kg/m³ e que você deseja que o solo superficial tenha 25 cm de profundidade, uma tonelada cobriria uma área de 2,2 m2.

Quanto de terra você precisa?

Quanto custará?

Check out 19 similar gardening and crops calculators 🌼🌾
Acres per hourBulb spacingCO₂ grow room...16 more